A Petrobras aprovou um plano para desinvestir US $ $137 bi entre 2015 e 2016, uma mudança significativa em relação ao plano de negócios para 2014-2018, que previu desinvestimentos de até US $11 bi ao longo de cinco anos.

Engajado em um escândalo bilionário de desfalque, a Petrobras trabalha para não precisar capturar recursos no mercado em 2015 e usar o mais pequeno possível a contratação de dívidas nos dois anos seguintes.

Os desinvestimentos, que em geral são a venda de ativos, serão divididos entre exploração e produção no Brasil e no exterior (30%), fornecimento (30%) e gás e energia (40%).

“Este plano faz parte do planejamento financeiro da empresa visando reduzir a alavancagem, preservando o dinheiro e concentrando-se em investimentos prioritários, notadamente a produção de petróleo e gás no Brasil em áreas de alta produtividade e retorno “, informou a empresa em um comunicado.

A empresa salientou que o valor aprovado pode mudar de acordo com a variação na cotação do barril de petróleo Brent, a taxa de câmbio, o crescimento econômico brasileiro e global, entre outras questões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *